Manifestações

Cântico da Senhora das Dores

Local: Termas de Monfortinho
Dominio: Manifestações musicais e correlacionadas

O Canto ou Cântico da Senhora das Dores é um canto plegário dedicado à Senhora das Dores. No Município de Idanha é performatizado em Monfortinho, Termas de Monfortinho, Alcafozes e Monsanto.
Em Monfortinho é cantado na Quinta-feira da V Semana da Quaresma, em Monsanto é cantado também na V Semana da Quaresma, mas na Sexta-feira.
Em Termas de Monfortinho e Alcafozes é cantado na Quinta-feira Santa.
Todos estes cantos são interpretados em espaço público. Em Monfortinho e Termas do Monfortinho, o canto é executado no exterior, no sistema viário urbano. Em Alcafozes e Monsanto no interior de espaço religioso e integrados no rito. Em Alcafozes o espaço é a Igreja da Santa Casa da Misericórdia de Alcafozes e é presidido pela respectiva irmanddade; em Monsanto o espaço ´´e a Igreja Matriz e é presidido pelo padre da paróquia, e integrado na Festa da Senhora das Dores.
A presença deste canto plegário em Termas de Monfortinho deve-se à ida de habitantes de Monfortinho que o transportaram para esta local termal durante o séc. XX.
Foi feita uma etnografia por António Silveira Catana, que edita verbete, com distribuição geográfica, transcrições parcelares de texto, lições de Monfortinho e Alcafozes (a lição de Termas de Monfortinho é idêntico à de Monfortinho) e edição de transcrição musical da lição de Monfortinho. em CATANA e FERREIRA [2014]: 78-79.

[Registo em construção.]








Topo